empregada doméstica

ação trabalhista

Empregador doméstico ganha ação trabalhista por má-fé por parte da doméstica

Todo empregador doméstico que não assina a carteira de trabalho da sua empregada, pode estar sujeito à uma ação trabalhista. Por outro lado, os empregadores que assinam a carteira, controlam o ponto e mantém todas as rotinas/obrigações trabalhistas da empregada em dia, estão mais resguardados de uma possível ação. Ainda mais quando o assunto é […]

Empregador doméstico ganha ação trabalhista por má-fé por parte da doméstica Read More »

Todo empregador doméstico que não assina a carteira de trabalho da sua empregada, pode estar sujeito à uma ação trabalhista. Por outro lado, os empregadores que assinam a carteira, controlam o ponto e mantém todas as rotinas/obrigações trabalhistas da empregada em dia, estão mais resguardados de uma possível ação. Ainda mais quando o assunto é

empregada pensionista

Empregador doméstico pode assinar a carteira de trabalho da empregada pensionista por morte?

Para manter a empregada doméstica formalizada o empregador precisa assinar a carteira de trabalho e fazer o registro da funcionária no eSocial, assim ela terá todos os direitos trabalhistas e previdenciários garantidos por lei. Entretanto, atualmente, algumas empregadas preferem não ter a carteira de trabalho assinada para não perderem alguns benefícios como bolsa família e

Empregador doméstico pode assinar a carteira de trabalho da empregada pensionista por morte? Read More »

Para manter a empregada doméstica formalizada o empregador precisa assinar a carteira de trabalho e fazer o registro da funcionária no eSocial, assim ela terá todos os direitos trabalhistas e previdenciários garantidos por lei. Entretanto, atualmente, algumas empregadas preferem não ter a carteira de trabalho assinada para não perderem alguns benefícios como bolsa família e

diarista

É melhor ter uma empregada doméstica ou uma diarista?

Desde que a Lei Complementar 150 entrou em vigor em outubro de 2015, o emprego doméstico só cresceu no país. Além de ter uma doméstica, muitos empregadores também mantém uma diarista. Entretanto, com a crise econômica que assola o país, alguns empregadores escolhem ter somente uma diarista, pensando ser mais econômico. Mas o que é

É melhor ter uma empregada doméstica ou uma diarista? Read More »

Desde que a Lei Complementar 150 entrou em vigor em outubro de 2015, o emprego doméstico só cresceu no país. Além de ter uma doméstica, muitos empregadores também mantém uma diarista. Entretanto, com a crise econômica que assola o país, alguns empregadores escolhem ter somente uma diarista, pensando ser mais econômico. Mas o que é

data-base

Empregador doméstico: saiba como funciona a indenização adicional na dispensa antes da data-base

O empregador doméstico tem muitas obrigações trabalhistas mensalmente, com isso a Doméstica Legal busca sempre informar assuntos relevantes sobre a legislação pertinente à categoria do emprego doméstico. Existem vários pontos que o empregador precisa ficar atento e um deles é a indenização adicional devida na dispensa do trabalhador doméstico antes da data-base. Para esclarecer essa

Empregador doméstico: saiba como funciona a indenização adicional na dispensa antes da data-base Read More »

O empregador doméstico tem muitas obrigações trabalhistas mensalmente, com isso a Doméstica Legal busca sempre informar assuntos relevantes sobre a legislação pertinente à categoria do emprego doméstico. Existem vários pontos que o empregador precisa ficar atento e um deles é a indenização adicional devida na dispensa do trabalhador doméstico antes da data-base. Para esclarecer essa

empregado doméstico

Empregador Doméstico: é mais barato ter o empregado doméstico dentro da lei!

Após a implantação da Lei Complementar 150, conforme dados do IBGE, o Brasil passou de 6.019.000 em 2015 para 6.203.000 trabalhadores domésticos em 2018, um aumento de 184.000, equivalente a 0,31%. Entretanto, infelizmente, o índice de informalidade subiu. Atualmente, 1/3 dos trabalhadores tem a carteira de trabalho assinada, para cada 100 trabalhadores domésticos, somente 30

Empregador Doméstico: é mais barato ter o empregado doméstico dentro da lei! Read More »

Após a implantação da Lei Complementar 150, conforme dados do IBGE, o Brasil passou de 6.019.000 em 2015 para 6.203.000 trabalhadores domésticos em 2018, um aumento de 184.000, equivalente a 0,31%. Entretanto, infelizmente, o índice de informalidade subiu. Atualmente, 1/3 dos trabalhadores tem a carteira de trabalho assinada, para cada 100 trabalhadores domésticos, somente 30

plugins premium WordPress

Selecione um dos nossos Serviços e fale com nossos especialistas

Plano Personal

Atendimento por uma equipe de consultores com suporte especializado em até 2 dias úteis.

Plano Exclusive

Atendimento por consultor exclusivo com resposta por e-mail em até 1 dia útil ou através de Whatsapp.

Outros Serviços

Doméstica Legal

Nossos Contatos

Ao usar este site, você concorda com o uso de cookies conforme descrito em nossa Política de Privacidade.