aviso prévio

afastamento

Aviso-prévio da empregada doméstica em caso de licença médica: quem paga os dias de afastamento?

O aviso-prévio da empregada doméstica continua sendo um tema que gera muitas perguntas e incertezas. Em diversas situações, as questões de saúde podem surgir, levando tanto a empregadas quanto a empregadores a buscarem orientações específicas sobre como lidar com essas circunstâncias durante esse período. Afinal, o que acontece quando uma empregada doméstica precisa de licença […]

Aviso-prévio da empregada doméstica em caso de licença médica: quem paga os dias de afastamento? Read More »

O aviso-prévio da empregada doméstica continua sendo um tema que gera muitas perguntas e incertezas. Em diversas situações, as questões de saúde podem surgir, levando tanto a empregadas quanto a empregadores a buscarem orientações específicas sobre como lidar com essas circunstâncias durante esse período. Afinal, o que acontece quando uma empregada doméstica precisa de licença

aviso-prévio

Aviso-prévio trabalhado: o que fazer quando a empregada doméstica não quer cumprir?

Quando o patrão doméstico dispensa o trabalhador sem justa causa, pode decidir se deseja que o aviso-prévio seja trabalhado ou pago. Se a decisão for pelo cumprimento do aviso, o trabalhador deverá ser comunicado por escrito e ainda tem direito de escolher se reduz em 2 horas esse período diariamente, ou não trabalhar os últimos

Aviso-prévio trabalhado: o que fazer quando a empregada doméstica não quer cumprir? Read More »

Quando o patrão doméstico dispensa o trabalhador sem justa causa, pode decidir se deseja que o aviso-prévio seja trabalhado ou pago. Se a decisão for pelo cumprimento do aviso, o trabalhador deverá ser comunicado por escrito e ainda tem direito de escolher se reduz em 2 horas esse período diariamente, ou não trabalhar os últimos

aviso-prévio

Aviso-prévio: empregada doméstica também tem redução de 2 horas aos sábados?

Ao dispensar a doméstica sem justa causa, o patrão doméstico é que decide se quer que ela cumpra o aviso-prévio trabalhado ou se irá pagar a trabalhadora por isso. Se a decisão for para o cumprimento do aviso-prévio trabalhado, a empregada doméstica tem direito a trabalhar menos durante esse período, sem prejuízo financeiro, para ter

Aviso-prévio: empregada doméstica também tem redução de 2 horas aos sábados? Read More »

Ao dispensar a doméstica sem justa causa, o patrão doméstico é que decide se quer que ela cumpra o aviso-prévio trabalhado ou se irá pagar a trabalhadora por isso. Se a decisão for para o cumprimento do aviso-prévio trabalhado, a empregada doméstica tem direito a trabalhar menos durante esse período, sem prejuízo financeiro, para ter

aviso-prévio

Como funciona o aviso-prévio pago da doméstica que pede demissão?

A doméstica pode solicitar o seu desligamento do trabalho por meio de uma carta de demissão, e quando isso acontece, ela também tem direitos assegurados por lei. Mas há uma situação que demanda atenção: quando a empregada doméstica pede demissão e está pronta para cumprir o aviso-prévio e o empregador não deseja que ela cumpra

Como funciona o aviso-prévio pago da doméstica que pede demissão? Read More »

A doméstica pode solicitar o seu desligamento do trabalho por meio de uma carta de demissão, e quando isso acontece, ela também tem direitos assegurados por lei. Mas há uma situação que demanda atenção: quando a empregada doméstica pede demissão e está pronta para cumprir o aviso-prévio e o empregador não deseja que ela cumpra

Aviso prévio

Como fica o aviso prévio da empregada doméstica durante período de estabilidade?

Os acordos de suspensão do contrato de trabalho e redução de jornada e salário, possuem particularidades que requer atenção constante. Essas medidas foram criadas buscando a prevenção do trabalho e renda, gerando assim, mais economia para o empregador doméstico continuar mantendo a trabalhadora em sua residência. As regras são claras, atualmente os acordos tem duração

Como fica o aviso prévio da empregada doméstica durante período de estabilidade? Read More »

Os acordos de suspensão do contrato de trabalho e redução de jornada e salário, possuem particularidades que requer atenção constante. Essas medidas foram criadas buscando a prevenção do trabalho e renda, gerando assim, mais economia para o empregador doméstico continuar mantendo a trabalhadora em sua residência. As regras são claras, atualmente os acordos tem duração

Confira as obrigações do empregador doméstico no mês de Outubro

Com o encerramento do mês de setembro, o empregador doméstico precisa ficar atento ao prazo para pagar os encargos do eSocial e o salário do seu trabalhador doméstico. Não perca o prazo de pagamento destas obrigações para evitar multas e continuar mantendo uma boa relação com seu empregado. Dia 5 de outubro, sábado: pagamento de

Confira as obrigações do empregador doméstico no mês de Outubro Read More »

Com o encerramento do mês de setembro, o empregador doméstico precisa ficar atento ao prazo para pagar os encargos do eSocial e o salário do seu trabalhador doméstico. Não perca o prazo de pagamento destas obrigações para evitar multas e continuar mantendo uma boa relação com seu empregado. Dia 5 de outubro, sábado: pagamento de

Reforma trabalhista vale a partir de novembro com mudanças para domésticas

Reforma trabalhista vale a partir de novembro com mudanças para domésticas

A partir do dia 11 de novembro de 2017, quando a Reforma Trabalhista começa a valer, o empregador doméstico precisará ficar atento às mudanças que irão acontecer no emprego doméstico. Umas das mudanças é que o prazo para o pagamento da rescisão vai independer do Aviso Prévio. Esta medida é válida tanto para o contrato

Reforma trabalhista vale a partir de novembro com mudanças para domésticas Read More »

A partir do dia 11 de novembro de 2017, quando a Reforma Trabalhista começa a valer, o empregador doméstico precisará ficar atento às mudanças que irão acontecer no emprego doméstico. Umas das mudanças é que o prazo para o pagamento da rescisão vai independer do Aviso Prévio. Esta medida é válida tanto para o contrato

Doméstica dispensada sem justa causa tem direito a redução de jornada durante aviso prévio

Doméstica dispensada sem justa causa tem direito a redução de jornada durante aviso prévio

Ao mandar o empregado embora sem justa causa, o empregador decide se quer que ele cumpra o aviso prévio trabalhado ou se pagará o empregado por isso. Caso a decisão seja para cumprir o aviso prévio trabalhado, o empregado tem direito a trabalhar menos durante esse período, não precisando assim, cumprir a mesma carga horária

Doméstica dispensada sem justa causa tem direito a redução de jornada durante aviso prévio Read More »

Ao mandar o empregado embora sem justa causa, o empregador decide se quer que ele cumpra o aviso prévio trabalhado ou se pagará o empregado por isso. Caso a decisão seja para cumprir o aviso prévio trabalhado, o empregado tem direito a trabalhar menos durante esse período, não precisando assim, cumprir a mesma carga horária

Saiba em que casos a doméstica pode ter a jornada reduzida durante o aviso-prévio

O aviso-prévio faz parte do término das relações de emprego doméstico, quando uma das partes deseja rescindir o contrato sem justa causa. O aviso-prévio serve para que a parte que optou por rescindir o vínculo dê ciência ao outro lado. O serviço, no entanto, pode se encerrar dentro de determinado período, no caso do aviso

Saiba em que casos a doméstica pode ter a jornada reduzida durante o aviso-prévio Read More »

O aviso-prévio faz parte do término das relações de emprego doméstico, quando uma das partes deseja rescindir o contrato sem justa causa. O aviso-prévio serve para que a parte que optou por rescindir o vínculo dê ciência ao outro lado. O serviço, no entanto, pode se encerrar dentro de determinado período, no caso do aviso

grávida demitida

Empregada grávida demitida na experiência consegue na justiça estabilidade temporária

O empregador doméstico deve estar atento caso a empregada constate gravidez, situação que garante, por lei, estabilidade provisória no emprego por cinco meses a contar do nascimento do bebê. Ainda que o estado seja confirmado durante o período de aviso prévio ou após a dispensa da trabalhadora (caso a gestação tenha se iniciado quando trabalhava

Empregada grávida demitida na experiência consegue na justiça estabilidade temporária Read More »

O empregador doméstico deve estar atento caso a empregada constate gravidez, situação que garante, por lei, estabilidade provisória no emprego por cinco meses a contar do nascimento do bebê. Ainda que o estado seja confirmado durante o período de aviso prévio ou após a dispensa da trabalhadora (caso a gestação tenha se iniciado quando trabalhava

plugins premium WordPress

Selecione um dos nossos Serviços e fale com nossos especialistas

Plano Personal

Atendimento por uma equipe de consultores com suporte especializado em até 2 dias úteis.

Plano Exclusive

Atendimento por consultor exclusivo com resposta por e-mail em até 1 dia útil ou através de Whatsapp.

Outros Serviços

Doméstica Legal

Nossos Contatos

Ao usar este site, você concorda com o uso de cookies conforme descrito em nossa Política de Privacidade.